Má Circulação sanguinea

Caracterizada pela passagem dificultosa do sangue pelas veias e pelas artérias que gera sintomas como por exemplo pés e mão frias.
A má circulação sanguínea é uma situação bastante comum entre as mulheres, especialmente para as que estão um pouco acima do peso ideal e que tomam a pílula anticoncepcional de forma habitual.
A má circulação nos braços, nos pés e nas pernas é doença hereditária, que pode gerar sintomas como dor e inchaço nas pernas principalmente ao final do dia, após uma longa jornada de trabalho. Embora muitas vezes os sintomas da má circulação só sejam percebidos na gravidez, devido ao aumento da quantidade de líquidos no organismo.

Sintomas

Os sintomas da má circulação do sangue são:

  • pés e mãos frias;
  • dor nas pernas;
  • cansaço nas pernas;
  • pele seca e escamosa;
  • sensação de formigamento nas pernas;
  • varizes;
  • pernas inchadas;
  • tornozelos inchados.

O acumulo de gordura nas veias e nas artérias são as causas mais comuns da má circulação sanguínea. A gordura acumulada dentro dos vasos deixa-os mais estreitos dificultando a passagem do sangue, especialmente nas pernas exigindo um maior esforço do coração.

Prevenções

Para prevenir a má circulação recomenda-se:

  • não tomar a pílula anticoncepcional optando por outro método contraceptivo;
  • diminuir a quantidade de sal na comida;
  • praticar atividade física regularmente;
  • usar meias de compressão elásticas;
  • não ficar muito tempo nem sentado ou de pé;
  • estar sempre dentro do peso ideal.

Uma outra dica importante é dormir com os pés sob uma almofada alta, para melhorar o retorno venoso.
Cuidados como estes são indispensáveis por quem sofre de má circulação sanguínea. Mas além disso, deve-se evitar o acumulo de gordura optando por uma alimentação saudável.
Verificar anualmente os níveis de colesterol no sangue é outro cuidado que quem sofre de má circulação deve ter pois o colesterol alto dificulta a passagem de sangue pelas artérias e gera os sintomas de má circulação.
A Reflexologia é uma das terapias mais indicadas para prevenção e tratamento nesse caso pois além de ser não invasivo, equilibra o organismo em geral.

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Saúde e Bem-Estar. Bookmark o link permanente.