A Doença Mental – Uma Visão Reencarnacionista

Segundo o Dr. Bezerra de Menezes a maior parte das doenças mentais é causada pela ação dos Espíritos obsessores. E isso é comprovado nos Centros Espíritas e Espiritualistas, onde a ação desses seres é observada. As “brechas” para isso, geralmente estão em ações negativas em encarnações passadas, daí a importância da Regressão Terapêutica para promover o entendimento do que aconteceu e o desligamento de lá, sempre com o comando dos Mentores de cada pessoa e a seu critério de mostrar isso ou não.
A Psiquiatria atual, acreditando-se científica, renega essas informações ao campo do sobrenatural, do religioso, negando a sua existência ou ironizando a sua atuação. Cada vez mais, a Psiquiatria lida apenas com o cérebro e com os desequilíbrios dos neurotransmissores, numa atitude característica da Medicina Alopática, de utilizar medicamentos químicos para órgãos isolados, o que lhe dá uma boa atuação a nível de paliação, mas não a nível curativo. É a mesma Medicina que diz que a rinite é uma doença do nariz, a asma é uma doença dos brônquios, a gastrite é uma doença do estômago, a artrite é uma doença das articulações, etc. Já sabe, mas tem ainda dificuldade em lidar com o Psicossomatismo. Agregando, atualmente, a Medicina Homeopática e a Acupuntura, a Medicina Alopática decretou o seu futuro: o de ser, dentro de algumas décadas, uma Medicina de uso exclusivo nas urgências e nas emergências, onde ela reinará soberana por mais algum tempo, até que, um dia, será deixada quase que totalmente, de lado. A evolução do conhecimento humano está passando da Química para a Física e o futuro são as Medicinas Energéticas.
Na doença mental, com o retorno da lembrança da existência da Reencarnação, o rápido diagnóstico de Esquizofrenia, Paranóia, Depressão, Transtorno Bipolar, Síndrome do Pânico, etc., aos poucos começa a ser questionado em todo o mundo por profissionais de cura, oficiais e alternativos, que não querem mais lidar com a doença mental como apenas um desequilíbrio dos neurotransmissores. E as nossas vidas passadas? E a ação dos Espíritos obsessores? Para auxiliar nessa expansão da Psicologia e da Psiquiatria rumo à Reencarnação e às influências espirituais, surge a Psicoterapia Reencarnacionista, que propõe a fusão dessas Instituições oficiais com esses conceitos.
A doença mental ganha, assim, uma enorme expansão em
seu diagnóstico, em sua análise, e em seu tratamento. Todos nós estamos sintonizados em situações traumáticas do nosso passado transpessoal, mas os “piores momentos” é que mais nos influenciam. Situações de vidas passadas podem estar “adormecidas” dentro do nosso Inconsciente e despertarem mediante um estímulo específico, que pode ser um trauma psíquico, um filme, um livro, uma viagem, o nascimento de um filho, etc. E ai, passamos a viver numa outra encarnação concomitantemente a essa. Surgem as idéias estranhas, as crenças difíceis de entender, as manias, fobias, medos inexplicáveis, o pânico, os rituais (TOC), os pesadelos (regressões espontâneas durante o sono), e se a pessoa for consultar um psicólogo ou um psiquiatra que não entende ou não lida com a Reencarnação, poderá receber um diagnóstico, baseado nos seus sintomas, dentro dos critérios do DSM (Diagnóstico de Saúde Mental). Com o diagnóstico, receberá um “tratamento” com psicotrópicos, que, além de não curarem, trarão os seus terríveis efeitos colaterais. A pessoa acredita que está doente, bem como seus familiares e amigos. O profissional que lhe atende aumentará a dose dos psicotrópicos, tentará outros psicotrópicos, fará associações deles, algumas vezes poderá usar eletro-choque, e assim começa o calvário de milhões de pessoas internadas em Hospitais Psiquiátricos, a maior parte deles considerados incuráveis… Enquanto isso, os Espíritos obsessores estão ali, ao lado, achando graça daquilo tudo, tudo está correndo exatamente como eles querem… E a cura pode estar em um Centro Espírita ou em desligamentos de situações traumáticas do passado, através da Regressão Terapêutica.

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Consciência e Poder. Bookmark o link permanente.