Divertículo/Diverticulose/Diverticulite

 

 

diverticuliteDivertículo é uma saliência parecida com a ponta de um dedo de luva, que pode localizar-se em diferentes áreas do trato gastrintestinal, mas se manifesta com mais frequência entre as fibras musculares das paredes do intestino grosso. No divertículo, pode penetrar e ficar retida pequena quantidade de fezes. Do mesmo modo, se houver condições favoráveis, podem alojar-se colônias de bactérias. São de 2 tipos:
– Hipotônico: instala-se como decorrência do afrouxamento da musculatura lisa do intestino
– Hipertônico: é provocado pelo aumento anormal do tônus dessa mesma musculatura e pelo crescimento significativo da pressão no cólon.
 
A diverticulite é constituída por bolsas e quistos pequenos e salientes da parede interna do intestino (diverticulose, que é a presença de numerosos divertículos no intestino) que ficam inflamados ou infectados. Esses quistos costumam ser encontrados no intestino grosso (cólon). Não se sabe exatamente o que causa a formação dessas bolsas ou quistos de diverticulose. Seguir uma dieta pobre em fibras é uma das causas mais prováveis. As pessoas que ingerem principalmente alimentos processados, como muitos norte-americanos que não ingerem fibras suficientes em sua dieta. Alimentos processados incluem arroz branco, pão branco, a maioria dos cereais matinais e bolachas tipo água e sal. Como resultado, é mais provável que ocorra constipação(“intestino preso”) e fezes muito duras, causando esforço na passagem de fezes. Isso aumenta a pressão no cólon ou nos intestinos e pode causar a formação desses quistos. A diverticulose é muito comum. Ela é encontrada na população com mais de 60 anos. Somente uma pequena quantidade dessas pessoas desenvolverá diverticulite, que é causada por pequenos pedaços de fezes que ficam presas nesses quistos, provocando infecção ou inflamação.Exames de sangue podem ser requisitados para verificar se há uma infecção. Outros exames que ajudam a diagnosticar a diverticulite podem incluir:
 
  • Tomografia computadorizada
  • Ultrassom do abdome
  • Radiografias do abdome
 
 As pessoas com diverticulose geralmente não apresentam sintomas, mas podem sentir inchaço e cólicas na parte inferior do abdome. Raramente, elas notam sangue nas fezes ou no papel higiênico.
 
Os sintomas da diverticulite são mais graves e geralmente aparecem subitamente, mas podem piorar em poucos dias. São eles:
 
  • Sensibilidade, geralmente na parte inferior esquerda do abdome
  • Inchaço ou gases
  • Febre e calafrios
  • Náusea e vômito
  • Falta de fome e alimentação insuficiente
  • Sangue nas fezes
  • Febre acima de 38 °C que não passa
  • Náusea, vômito ou calafrios
  • Dor súbita na área abdominal ou nas costas que piora ou é muito grave
 
 
 
Recomendações
 
* Inclua preferencialmente alimentos com alto teor de fibras na sua dieta habitual. Frutas, vegetais, cereais integrais e grãos são importantes para o processo digestivo como um todo e fundamentais para o bom funcionamento intestinal e para prevenção da doença diverticular;
 
* Beba pelo menos dois litros de água por dia para facilitar a formação do bolo fecal;
 
* Não tome laxantes por conta própria para combater as crises de obstipação intestinal;
 
* Lembre-se de que a atividade física ajuda a acelerar o metabolismo e, consequentemente, o trânsito intestinal.
 
 
 
 
 
 
 
 

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Saúde e Bem-Estar. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s