Sistema Imunológico

imunologicoDentro do nosso corpo há um impressionante mecanismo de proteção, chamado sistema imunológico. Ele foi elaborado para defendê-lo de milhões de bactérias, micróbios, vírus, toxinas e parasitas que adorariam invadir nosso corpo. É composto pela porção branca do sangue e responsável pela produção de anticorpos, sempre que o organismo é exposto à algum corpo estranho como no caso de uma epidemia de meningite por exemplo, mas também pode se considerar mecanismo de defesa e produção do corpo, da pele, e mesmo a secreção ácida do estômago que neutraliza muitas vezes a atividade de microrganismo impedindo que se desenvolvam dentro do corpo humano. Também é ativo contra células alteradas, que diariamente surgem no nosso corpo, como resultado de mitoses(multiplicações) anormais. Essas células, se não forem destruídas, podem dar origem a tumores.

Células do sistema imune são altamente organizadas como um exército. Cada tipo de célula age de acordo com sua função. Algumas são encarregadas de receber ou enviar mensagens de ataque, ou mensagens de supressão(inibição), outras apresentam o “inimigo” ao exército do sistema imune, outras só atacam para matar, outras constroem substâncias que neutralizam os “inimigos” ou neutralizam substâncias liberadas pelos “inimigos”. Além dos leucócitos, também fazem parte do sistema imune as células do sistema mononuclear fagocitário, (SMF) antigamente conhecido por sistema retículo-endotelial e mastócitos. As primeiras são especializadas em fagocitose(devorar) e apresentação do antígeno ao exército do sistema imune. São elas: macrófagos alveolares(nos pulmões), micróglia(no tecido nervoso), células de Kuppfer(no fígado) e  macrófagos em geral.

Os mastócitos são células do tecido conjuntivo, originadas a partir de células mesenquimatosas(células de grande potência de diferenciação que dão origem às células do tecido conjuntivo).  Possuem citoplasma rico em grânulos basófilos(coram-se por corantes básicos).  Sua principal função é armazenar potentes mediadores químicos da inflamação, como a histamina, heparina, ECF-A(fator quimiotáxico – de atração- dos eosinófilos) e fatores quimiotóxicos(de atração) dos neutrófilos. Elas participam de reações alérgicas(de hipersensibilidade), atraindo os leucócitos até o local e proporcionando uma vasodilatação. O nosso organismo possui mecanismos de defesa que podem ser diferenciados quanto a sua especificidade, ou seja, existem os específicos contra o antígeno(“corpo estranho”) e os inespecíficos que protegem o corpo de qualquer material ou microorganismo estranho, sem que este seja específico.

O baço e o timo são órgãos importantes desse sistema pois produzem os Linfócitos B e T, respectivamente, além dos gânglios linfáticos que estão espalhados pelo organismo.

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s