Justiça

justiçaTermo que não nos compete exercer ou praticar pois só DEUS possui esta autoridade. E quanto aos profissionais da justiça; juízes, magistrados, advogados, parlamentares, quais seriam seus papéis e funções então, na atual conjuntura? Não vamos entrar no mérito desta questão pois este assunto renderiam muitos debates e questionamentos a respeito, onde princípios, crenças e filosofias envolveriam o assunto. E os acontecimentos atuais dentro do nosso Brasil, manifestações a todo instante, vandalismo correndo solto, cidadãos indignados com seus representantes políticos, falta de recursos a saúde e educação, enfim, cadê a Justiça Divina? Muitos não irão concordar, mas está tudo perfeito, certo e justo, afinal, se ELE está no comando e permitindo tais situações, que assim seja! Um dos nossos maiores defeitos é querermos julgar qualquer situação, envolvendo nossos semelhantes, onde nos colocamos como autênticos “juízes” perante os fatos. Recentemente, o compatriota e campeão da UFC, Anderson Silva, defendeu o título e perdeu para o americano, que não recordo o nome, fato em que o colocou como alvo de críticas e julgamentos de todas as esferas possíveis e imagináveis, desde arrogante, orgulhoso, soberbo, anti-desportivo, irresponsável, enfim, adjetivos negativos, e até insultos racistas, das mais variadas opiniões. Até então era o maior exemplo de ser humano, atleta, motivo de orgulho a nós brasileiros, e depois da derrota foi cruelmente apedrejado e crucificado. E o passado deste indivíduo, as conquistas e títulos, onde representou o Brasil de maneira digna nas diversas vezes em que lutou e manteve seu título, isto tudo foi por água abaixo e não tem mais importância? Como vemos, podemos ir do pedestal ao chão numa fração de segundos, basta um deslize apenas. Não estou defendendo nem julgando Anderson Silva, longe disto, apenas esclarecer que ele é uma pessoa comum, como nós, e que comete erros também. Faz parte da nossa caminhada pois temos o nosso livre-arbítrio, em que escolhemos tomar determinadas atitudes, e que o resultado é de nossa total responsabilidade, seja bom ou ruim. Portanto, orai e vigiai, sempre!

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Consciência e Poder. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s