Caminhando na Contramão

imagesCaminhar na contramão nos empodera, pois se estamos indo em direção contrária ao fluxo dos padrões criados por uma sociedade que privilegia o medo e a ilusão, inevitavelmente estamos escolhendo a REALIDADE que está por traz das aparências.

Se a maioria ainda está mergulhada no caos, não seria a contramão a forma de dele sair?

Muito cedo nos fizeram acreditar que “a voz do povo é a voz de Deus”, será?

Quem vive dentro da “forma” por um acaso, consegue ouvir a voz de Deus?

Ou, ao contrário, é invadido pelo burburinho lamentoso da multidão que, ao caminhar na mesma direção do caos, se atropela incessantemente?

O que, afinal, aqueles que dizem estar em Nome da Luz andam fazendo, senão alimentar ainda mais este burburinho incessante?

E neste momento criam-se máscaras … As máscaras que encobrem o desejo de ser um Porta-Voz da Luz … e criam-se mais padrões para justificar as enganosas diferenças:

. E veste-se branco;

. E abusa-se de utensílios;

. E pronunciam-se apenas palavras cuidadosamente escolhidas;

. E mantem-se, “serenamente”, distantes emocionalmente do conflitos do mundo, pois quem “é da Luz” não deve se envolver;

. E ignora-se que a Vida está presente em todos os seres, pois volta-se o olhar somente para os que são capazes de julgar como “corretas” suas atitudes voltadas para o interior do quadrado cheio de pontas e arestas;

. Enfim, assumem-se personagens para representar algo “irrepresentável”: a Consciência que somente se expande quando percebemos que a contramão é o Caminho do Coração …

Por isso, escolho conscientemente andar na contramão, não importando se este caminhar irá despertar preconceito ou julgamento, pois se ele está vibrando em concordância com meu coração e me fazendo mergulhar em um Mar de Alegria, é porque este é o tão sonhado Caminho da Salvação”.

Caminhando na contramão nado sou … Mas vez por outra esbarro com outros viajantes do “caminho contrário” e vejo que são eles que fazem a verdadeira diferença para o mundo.

 

Mharcya de Sá

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Consciência e Poder. Bookmark o link permanente.

2 respostas para Caminhando na Contramão

  1. Maria Almeida Dias disse:

    Estou feliz com a minha contramão,que muitas vezes me preocupou, mas, que de algum tempo venho convivendo em perfeita harmonia com a mesma.
    A leitura do texto só me fez mais confiante.
    Obrigada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s