Confiança

images

por Joana Misako Okoshi

 

 

 

Você se considera uma pessoa confiável?

Talvez você me responda positivamente que as pessoas podem confiar em você.

Entretanto, a que me refiro é a confiança em si.

Pois é, o quanto você confia em si mesmo é um dos fatores que afetam a sua prosperidade.

Por exemplo, temos receio de nos valorizar, porque, se começarmos a nos achar muito bons no que fazemos, podemos nos convencer e nos tornar arrogantes ou presunçosos, colocando tudo a perder.

Por isso, preferimos não correr o risco.

Além disso, ainda é muito forte a sensação de que, se ficarmos convencidos de que estamos muito bem no momento atual, podemos relaxar e não mais nos empenhar em crescer.

Por essa razão, resistimos em aprovar a nossa atual maneira de ser.

Essa forma de pensar nos mostra o quanto desconfiamos de nós mesmos.

Não nos permitimos confiar em nosso próprio discernimento.

não conseguimos acreditar que já desenvolvemos uma bagagem suficiente de conhecimento e compreensão, no sentido de saber lidar com diferentes tipos de situação.

Tendo em vista que a vida acontece de acordo com as crenças alimentadas, as pessoas acabam por desconfiar de nós, porque essa é a energia que estamos transmitindo por termos adotado esse tipo de postura em relação a nós mesmos e, consequentemente, afastamos as nossas chances de realização.

Vamos confiar mais em nosso bom senso, que é o senso de reconhecer o bem em cada coisa, lembrando de que já caminhamos tanto pela eternidade por vidas e vidas, e, em cada uma delas, aprendemos e desenvolvemos uma série de atributos que nos habilitam ser quem somos hoje.

Então, olhe para você mesmo com os olhos do bem, aprovando-se da maneira que você é, porque cada um é aquilo que consegue ser.

Você é fruto de todo um trabalho que a natureza opera em você ao longo dos tempos.

Portanto, aprenda a apreciar-se como uma obra divina que você realmente é.

 

 

 

Sobre Marcio Higa

Pós-graduado em Telecomunicações, Bacharel em Ciência da Computação e Técnico em Mecânica. Está terapeuta há 15 anos, com formação em Reflexologia(Podal e Auricular) pelo IOR, Crochetagem(Técnica de Fisioterapia Manual) e Manobras Articulares(Quiropraxia e Osteopatia) pela ABCroch, e Psicoterapia Reencarnacionista, na qual é Ministrante, Palestrante e Coordenador Nacional dos Grupos de IINP(Investigação do Inconsciente Não Pessoal) da ABPR, e do Núcleo ABPR São Paulo-SP. É fundador e proprietário do Instituto Sofia Higa, em São Paulo-SP, na Vila Prudente.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para Confiança

  1. maria almeida dias disse:

    B0m dia!
    Obrigada por lembrar- me que estou no caminho certo.
    Confiança é o que não me falta, mas isso não me faz pensar que fiquei arrogante ou presunçosa,
    ao contrario, faz com que exercite ainda mais minha humildade.
    Essa confiança me torna mais generosa, em determinadas situações.
    Não sei explicar exatamente o que acontece, só sei que tenho uma sensação de preenchimento diante da vida, que me deixa leve em determinados enfrentamentos..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s